Atendimento: Não disponível

WhatsApp: (11) 93094-0978

O plano ao alcance
de suas mãos.
Agora com adesão online!

Acompanhe, consulte e solicite o que precisar
na nova área do beneficiário


Notícias

Teste para COVID passam a ser obrigatório


Os testes sorológicos foram incorporados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), de forma extraordinária, na lista de coberturas obrigatórias dos planos de saúde. A medida passa a valer a partir de 14 de agosto de 2020, data da publicação no Diário Oficial da União.

Os exames sorológicos detectam a presença dos anticorpos (IgA, IgG ou IgM) produzidos pelo organismo para combater o vírus.

Condições para a cobertura dos testes
- Para pacientes após o oitavo dia do aparecimento de sintomas.
- Apresentação de relatório médico contendo a descrição dos sintomas do paciente.
- Realização do exame em laboratórios ou hospitais.

Critérios para autorização do teste sorológico
- Crianças ou adolescentes com quadro suspeito de Síndrome Multissistêmica Inflamatória pós-infecção peloSARS-Cov2.
- Pacientes com Síndrome Gripal (SG) ou Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), somente a partir do oitavo dia do início dos sintomas:
SÍNDROME GRIPAL (SG): indivíduo com quadro respiratório agudo, caracterizado por, pelo menos, dois dos seguintes sinais e sintomas: febre, calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza, distúrbios olfativos ou distúrbios gustativos. Em crianças: além dos itens anteriores considera-se também obstrução nasal, na ausência de outro diagnóstico específico. Em idosos: deve-se considerar também critérios específicos de agravamento como sincope, confusão mental, sonolência excessiva, irritabilidade e inapetência.
SÍNDROME RESPIRATÓRIA AGUDA GRAVE (SRAG): indivíduo com Síndrome Gripal que apresente dispneia/desconforto respiratório ou pressão persistente no tórax ou saturação de O2 menor que 95% em ar ambiente ou coloração azulada dos lábios ou rosto. Em crianças: além dos itens anteriores, observar os batimentos de asa de nariz, cianose, tiragem intercostal, desidratação e inapetência.

Critérios para exclusão da cobertura
- Quem tiver exame de RT-PCR prévio positivo.
- Quem já fez o teste sorológico, com resultado positivo.
- Quem fez o teste sorológico, com resultado negativo, há menos de uma semana (exceto crianças e adolescentes com quadro de Síndrome Multissistêmica).
- Quem fez teste rápido.
- Testes realizados em farmácias.
- Quem quer fazer para voltar ao trabalho, pré-operatório, controle de cura ou contato próximo com caso confirmado e verificação de imunidade pós-vacinal (quando houver a vacina).

Prazo para autorização do teste sorológico
Devido a análise das diretrizes de utilização estabelecidas pela ANS, o prazo para a liberação do exame sorológico varia de 2 a 3 dias.

Teste RT-PCR
Vale destacar que o teste RT-PCR para Covid-19, realizado na secreção do nariz ou da garganta, tem cobertura desde março. Para autorização ele deve seguir as diretrizes de utilização estabelecidas pela ANS.
Conforme avaliação médica, ele pode ser feito por pacientes com quadro suspeito ou provável da doença. Seu resultado é mais eficaz se realizado no quarto ou quinto dia após o início dos sintomas.